Característica sigmóide da FC durante teste progressivo e aplicação de diferentes métodos de identificação dos limiares de FC

  • Flávio de Oliveira Pires Universidade de São Paulo
  • Ítalo Márcio Lourenço do Carmo Universidade de São Paulo
  • Francine Nogueira Arroyo Universidade de São Paulo
  • Fernando Roberto De-Oliveira Universidade de São Paulo

Resumo

Este estudo caracterizou a curva da FC em teste progressivo, e comparou diferentes métodos de identificação do limiar de FC. Oito homens executaram teste com carga inicial de 45 W, e incrementos de 15 W a cada minuto, até exaustão. A FC, medida em cada minuto, foi plotada em função da intensidade e ajustada pelas equações sigmóide (SIGM) e quadrática (QUAD). Os métodos visual, Dmáx, logarítmico e 2º derivada foram aplicados sobre os dados de FC ajustados pela melhor equação, para a identificação do PIFC e PDFC. A função SIGM produziu o melhor ajuste, com menores valores de SRQ e EQM. Quando expressos em valores absolutos ou em percentual da potência máxima, diferenças foram observadas entre os métodos de identificação de PIFC e PDFC, principalmente entre os métodos logarítmico e 2º derivada.